A Palavra de Deus é uma mensagem de vida e esperança

16 jul 2014 23:08

Apraz-me refletir sobre a Palavra de Deus como mensagem de vida e esperança, porque em tantas situações existenciais constata-se a existência de muitos medos que paralisam as pessoas e, em muitos casos, as levam ao desespero. Os medos desequilibram, desnorteiam, fragilizam e causam grandes sofrimentos nos seres humanos. Em conversas informais com alguns irmãos e irmãs percebo um misto de medo e de esperança em suas partilhas de vida. As queixas mais comuns dizem respeito aos medos de doença grave, sofrimento, dependência química, fracasso na convivência, abandono, solidão, violência, indiferença, etc. Em geral, as esperanças são descritas como antídotos contra os medos. Muitas pessoas resgatam a Tradição Bíblica que traça o perfil de um Deus misericordioso e compassivo diante condição humana e suas consequências. As pessoas têm medos diversos, mas também são portadoras de esperanças; por um lado, temem o desamparo; por outro, buscam o conforto para as suas dores físicas ou morais. Em cada relato percebo um fio condutor que une as pessoas a Deus. E esse é o ponto de partida para a recuperação de tantos traumas e curas das feridas interiores. A Palavra de Deus é uma mensagem de esperança para todos os que estabelecem com ela uma relação de confiança. O nosso Deus é um Deus vivo, cuja história é marcada por dar vida aos seres humanos. Por ser o Deus da vida, o Senhor nos diz: escolham a vida e não a morte (cf. Dt 30, 19). O nosso Deus, com certeza não é o Deus dos mortos, mas sim dos vivos (cf. Mc 12, 27). Escolher a vida é buscar as saídas, desatar os nós da existência, levantar a cabeça e prosseguir o caminho. Ó meu povo, não espera ficar livre das cruzes para servir, apesar dos calvários existenciais, pratica as boas obras, cultiva a consciência pura e segue a Palavra de Deus, porque ela reconstrói a esperança de uma vida saudável e feliz! Importa não temer a morte, escolher sempre a vida e lutar por ela. Se por um lado a morte impõe um fim à existência humana; por outro, após esse fim surge uma nova vida, imortal e eterna. A esperança vence a dureza da morte. Jesus Cristo ressuscitado é o fundamento de nossa esperança. Jesus revelou a imagem do Pai do Céu como o Deus dos vivos, isto é, aquele cujo poder ressuscita os mortos. Esse Deus deve ser pregado às pessoas, para que vençam os medos e recuperem a esperança de dias melhores. Acolher com fé a mensagem da vida é ser abençoado e garantir a vitória sobre as forças do mal e da morte. O nada e o silêncio sepulcral não são perpétuos, porque existe a ressurreição dos mortos e a vida eterna. Ó bendita esperança cristã, só tu nos conforta diante das cruzes e da finitude da vida! A esperança humana e a fidelidade de Deus transcendem a morte. Na força da ressurreição de Cristo venceremos todos os medos e superaremos todos os sofrimentos, pois os condicionamentos que impedem a nossa libertação integral já não têm a última palavra. A nova existência em Deus liberta o ser humano do isolamento e do fechamento em si, para fazê-lo um ser de relações humano-divinas na vivência antecipada do céu na terra. Essa vida nova, que triunfa sobre a morte, liberta-nos plenamente para Deus. Há uma esperança para o nosso futuro! (cf. Jer 31, 17). Apesar das cruzes, é necessário sair de si e servir. É urgente libertar-se dos medos que nos encerram da clausura do subjetivismo; é preciso combater a tentação do comodismo e superar os obstáculos que freiam o dinamismo do Espírito. O Papa Francisco tem encorajado a Igreja a não olhar apenas para si mesma, mas a ser uma Igreja “em saída”, que testemunha o evangelho com atitudes evangélicas. Sigamos as orientações do Papa! Caros diocesanos, na medida do possível, alimentem-se diariamente da Palavra de Deus e da Eucaristia. Aí está a base e o fundamento do homem novo, que vive segundo o Espírito. Assim, a alegria de ser discípulo e missionário de Jesus Cristo nutrirá a esperança e gerará força de superação nas vicissitudes da vida. Minha bênção e afetuosa saudação.
Dom Jorge Alves Bezerra, SSS
Bispo Dioceano de Paracatu - MG

© 2011 - Mitra Diocesana de Paracatu. Todos Direitos Reservados.

Desenvolvido por MNDTI


Acessos: 1.495.249