ESPÍRITO SANTO:O GRANDE FAROL DO MUNDO

8 ago 2015 23:23

Prezados irmãos, o Espírito Santo é Deus de luz, ele nos conduz à plena verdade, que é Jesus. O relacionamento do “ES” conosco é pessoal, sem mediações, porque fala diretamente à consciência e ao coração. “Paripassu” ele se interioriza e se humaniza, restaura o ser, projeta-se no agir e faz viver. O Espírito do Senhor atua sobre a mente, o coração e o corpo dos seres humanos. Na mente, ele projeta a luz; no coração, abrasa o amor; ao corpo, dá saúde; à vida, sabedoria; dissipa o que ilude, restaura a alegria. Esse toque luminoso da graça sobre os seres humanos é princípio de conhecimento, luz para o caminho, fonte de verdade, força no cadinho. O Espírito da Verdade é o grande farol do mundo, que também guia a Igreja nas sendas da justiça e da paz. As experiências místicas, iluminadoras e santificadoras, preparam os membros do corpo de cristo para a grande empreitada do Reino de Deus. Mesmo quando semeiam entre lágrimas, a força do alto os sustenta. Não precisa ter medo, basta ter fé e trabalhar. Diante dos nossos olhos desfilam as misérias humanas e uma avalanche de agressões ao povo: omissões dos governantes, injustiças, disseminação da corrupção, privilégios dos poderosos, etc. A falência moral do Brasil é um câncer que avança em todos os setores da sociedade. A decepção, a frustração e o descontentamento com o governo campeiam por todo território nacional. O desrespeito aos cidadãos e a banalização da vida são fontes de lucro, objetos de disputa entre pequenos setores do governo e os parceiros do crime. Se continuar assim, o Brasil não será pátria educadora, mas escola de delinquência. Lamentavelmente, o nosso país ainda não promove a dignidade necessária para as pessoas serem respeitadas e felizes. Tem muita gente infeliz no Brasil! As pessoas simples sofrem mais. A pobreza é a pior forma de violência contra a população. A infelicidade do povo brasileiro é maior do que a felicidade dos seus governantes. Quem manda no Brasil, o governo ou o povo? É o povo. O governo só governa até o dia que o povo quiser. Antes do governo consumar a infelicidade do povo, é preciso reagir, espalhar ideias, corrigir rumos, destituir. O que é correto: o governo a serviço do povo ou o povo a serviço do governo? É o governo a serviço do povo. A população só deve colaborar com o governo na medida em que este a serve com honestidade e transparência. Caso contrário, os cidadãos organizados devem ser os espinhos do governo. O rumo que o Brasil está seguindo é perigoso, porque nega os direitos básicos aos cidadãos e, com isso, gera insatisfação social e expõe o povo à humilhação pública. É bem possível que, do Descobrimento do Brasil até hoje, o montante da riqueza produzida seja menor do que a riqueza esvaída. Não temos oportunidades iguais para todos, faltam condições para o pleno desenvolvimento dos cidadãos. A justa distribuição de renda é justa só no nome, porque na verdade a renda não rende uma vida melhor para o povo. Hoje, se os brasileiros quiserem viver com dignidade têm que imigrar para países sérios. Entre nós, a dignidade ainda é privilégio para poucos. A fuga de talentos brasileiros para o exterior é grande e preocupante. Anualmente, no Brasil é bem provável que se formam mais criminosos do que profissionais liberais. Segundo a notícia veiculada pelo jornal nacional de 23/06, somos o 4º país do mundo em população carcerária, atrás apenas de Estados Unidos, China e Rússia. Se a falta de emprego e trabalho aumentar, se o Plano Nacional Educação (PNE) for aprovado do jeito que está, com a solerte ideologia de gênero e orientação sexual, a instituição da família sofrerá um golpe letal. Se a escola do crime continuar avançando como está, se a conivência, ainda que mínima, de parte das autoridades com o tráfico de pessoas e de drogas persistir, se a justiça continuar morosa, injusta e capitalista... Logo seremos o primeiro país do mundo em população carcerária. O que fazer? Do ponto de vista da fé católica e das orientações emanadas da Doutrina Social da Igreja, a crise ética, que se reflete em comportamentos atípicos, é sanável pela conversão do homem para Deus. Homens novos, país novo! O Espírito Santo faz novas todas as coisas. O Brasil pode ser renovado se os homens que o governa, e a população, se deixarem renovar e moldar pelo Espírito Santo e pela Palavra de Deus. Nosso país não está perdido, porque Deus o assiste. Precisamos de luz, essa luz é Jesus, cujo Espírito ilumina, qual farol na colina, os caminhos da cruz. A fé é maior e mais profunda do que a crise ética, por isso pode superá-la e legar aos brasileiros uma Pátria justa e pacífica, com “ordem e progresso”. Enquanto luz e sabedoria, o Espírito Santo trabalha em todas as mentes e corações, independente dos credos religiosos, porque Deus não se deixa aprisionar pelas religiões. Deus é grande e transcende as diversas expressões de fé. O Espírito de Deus - Ruah - é livre e navega pelo mundo, onde atua nas pessoas e nos acontecimentos históricos. sua luz é imarcescível, sua sabedoria é perfeita, porque emanam dos céus e se derramam sobre a terra para ajudar os homens e as mulheres a construírem um mundo novo, fundado na justiça que gera a paz e no amor que faz a gente ser feliz. Estimados diocesanos, cristãos e cidadãos de bem, não tenham medo de dar testemunho da fé. Creiam com as mãos e deixem o Espírito Santo edificar Reino em suas vidas e em nosso país. Minha bênção e afetuosa saudação.

Oremos: Divino Espírito Santo, luz inteligível, neste mês vocacional, ilumina os fiéis da nossa Diocese para que escutem o chamado do Senhor e venham trabalhar na sua vinha. Precisamos de operários para assumir diversos ministérios no campo da evangelização. Especialmente rogamos pelas vocações sacerdotais, para que não nos faltem bons e fiéis pastores a serviço do Povo de Deus. Tal como os raios de sol, o Espírito está presente em cada um que o recebe, iluminando, purificando de todo o pecado. Precisamos de homens e mulheres espirituais, que permaneçam em comunhão com Deus, uno trino. Assim, irradiaremos em nossas paróquias e comunidades as maravilhas do nosso Deus. Amém.

Dom Jorge Alves Bezerra, SSS
Bispo Diocesano de Paracatu - MG


© 2011 - Mitra Diocesana de Paracatu. Todos Direitos Reservados.

Desenvolvido por MNDTI


Acessos: 1.495.262