Dom Leonardo de Miranda Pereira

Dom Leonardo de Miranda PereiraNasceu no dia 31 de maio do ano de 1936, oitavo filho do casal Antônio Gabriel Pereira e Maria Nilda de Miranda Pereira.

Estudou no Grupo Escolar Mata Machado. Com 11 anos de Idade entra o menino Leonardo de Miranda Pereira para o Seminário Sagrado Coração de Jesus. Termina o Curso ginasial, faz filosofia e Teologia no Seminário.

No dia 08 de Dezembro de 1959 é ordenado Padre na Diocese de Diamantina pelo bispo Dom José Newton de Almeida Batista. Daí então começa o seu ministério pelos espaços da diocese de Diamantina, vigário paroquial, pároco, reitor interino do seminário, capelão...

Aos 14 dias do mês de maio de 1986, Dom Leonardo, na instalação da diocese de Guanhães, sua então paróquia, recebe a notícia de sua nomeação e eleição de Bispo para a Diocese de Paracatu-MG.

Foi ordenado Bispo no dia 09 de agosto de 1986, em Guanhães, por Dom Geraldo Majela Reis, Arcebispo de Diamantina e tendo como consagrantes Dom Serafim Fernandes de Araújo, Arcebispo de Belo Horizonte e Dom Antônio Felipe Cunha, Bispo de Guanhães.
Em 14 de setembro Dom Leonardo sai de Diamantina, vem para Paracatu e toma posse como o terceiro bispo diocesano.

A partir desse dia o bispo Dom Leonardo vê a necessidade de trabalhar pelas vocações sacerdotais e decretou, no dia 19 de março de 1987, a fundação da Obra das Vocações Sacerdotais – OVS, que se faz presente até hoje em nossa diocese.

Como bispo de Paracatu, depois de 58 anos sem padre diocesano, em 28 de junho ordena o primeiro, dos 49 padres diocesanos. Em 24 de março de 1988 autorizou a implantação das comunidades cristãs pelo Pe. Alfonso Pastore. Em 1994 Criou a Escola Diaconal – Diáconos Permanentes.

Dom Leonardo nesse tempo a frente da Diocese, além do já dito, ampliou a Rádio Juriti de 1000 kwa para 10.000 kwa; recuperou e ampliou o Seminário Diocesano João XXIII, elevando-o a condição de Seminário Maior, onde hoje funciona o curso de Filosofia. Criou e instalou a Cáritas Diocesana, exemplo Nacional. Doou 1000 lotes para o Projeto Bom Pastor, acima do SESC Laces de Paracatu – obra social de grande envergadura da nossa Igreja diocesana. Implantou a Pastoral da Criança, do Menor, Familiar e Carcerária, e continua dando apoio importante e imprescindível a todas as outras pastorais. Criou a associação Madre Tereza de Calcutá – Lar dos Pequeninos – conhecido Orfanato, revitalizou a Semana Santa, criou o coral estrelinha, indicou e ordenou o primeiro Bispo de Paracatu, Dom Bendito Gonçalves dos Santos, hoje bispo de Presidente Prudente – SP. Criou 18 paróquias, 05 foranias.

Ficou 26 anos a frente da Diocese de Paracatu. É atualmente o Assessor Nacional da Pastoral do Menor junto a CNBB. Lutou pela criação da Província Eclesiástica de Montes Claros, da qual Paracatu hoje é sufragânea e local onde estudam os seminaristas da Teologia. Entre tantas outras obras, podemos chamar o nosso bispo de “Bispo das Vocações”.

No dia 07 de Novembro de 2012, torna-se bispo emérito da diocese, mas por ocasião da nomeação do novo bispo diocesano nesse mesmo dia, Dom Leonardo, bispo emérito,é eleito pelo Papa Bento XVI como Administrador Apostólico até a posse do novo e 4º bispo diocesano: Dom Jorge Alves Bezerra.

Paróquia Nossa Senhora de Fátima - ParacatuBispo EméritoParóquia Nossa Senhora de Fátima - Paracatu

© 2011 - Mitra Diocesana de Paracatu. Todos Direitos Reservados.

Desenvolvido por MNDTI


Acessos: 1.624.780